Arquivo

Posts Tagged ‘sonho’

Vencer é possível!

Sonhar.
Sonhar o mais alto, sonhar o possível.
Sonhar o impossível.

Todos os sonhos são permitidos.

Só não é permitido, a quem sonha, ter medo do seu sonho. Desistir do seu sonho.

Pedras pelo caminho, todos encontraremos. Obstáculos intransponíveis sempre surgirão, para que possamos provar, a nós mesmos, que quando queremos, obstáculos podem ser transponíveis.

Basta sonhar. Sonhar e acreditar em seus sonhos.

Este vídeo da Sociedade Brasileira de Coaching traduz, em imagens, o que penso, o que quero lhe dizer. Tem menos de 4 minutos. Tem conteúdo para uma vida.

Todos temos potencial. Basta acreditar e fazer acontecer.

Bons sonhos!

Sou vendedor e não desisto nunca!

Um rapaz inteligente, vindo da roça, se candidatou a um emprego numa grande loja de departamentos da cidade.

Na verdade, era a maior loja de departamentos do mundo, tudo podia ser comprado nesta loja.

O gerente perguntou ao rapaz:

– Você já trabalhou alguma vez na vida?

– Sim, eu fazia negócios na roça.

O gerente gostou do jeitão simplório do moço e disse:

– Pode começar amanhã, e no final da tarde venho verificar como você se sai.

O dia foi longo e árduo para o rapaz. Às 17h30min o gerente se acercou do novo empregado para verificar sua produtividade e perguntou:

– Quantas vendas você fez hoje?

– Uma!

– Só uma? A maioria dos meus vendedores faz de 30 a 40 vendas por dia.

– De quanto foi a venda que você fez?

– Dois milhões e meio de reais!

– O quê!!!??? Impossível!!! Como VOCÊ conseguiu isso?

– Bem, o cliente entrou na loja e eu lhe vendi um anzol pequeno, depois um anzol médio e finalmente um anzol bem grande.

Daí eu lhe vendi uma linha fina de pescar, uma de resistência média e uma bem grossa, para pescaria pesada.

Eu lhe perguntei onde ele ia pescar e ele me disse que ia fazer pesca oceânica. Então sugeri que talvez fosse precisar de um barco, então eu acompanhei até a seção de náutica e lhe vendi uma lancha importada, de primeira linha. Aí eu disse a ele que talvez um carro pequeno não fosse capaz de puxar a lancha, levei-o a seção de carros e lhe vendi uma caminhonete com tração nas quatro rodas.

O gerente levou um susto e perguntou:

– Você vendeu tudo isso a um cliente que veio aqui pra comprar um pequeno anzol?

– Não senhor, ele entrou aqui, de fato, para comprar um pacote de absorvente para a esposa, e eu disse a ele:

– Já que o final de semana do senhor está perdido, porque o senhor não vai pescar?

E você? Desiste fácil de seus objetivos?

Não desista de seus sonhos!

Me considero um cara de sorte e muito abençoado… Estou sempre rodeado de bons amigos que sempre dão os melhores exemplos de dedicação e persistência…

Dentre tantos exemplos, cito aqui quatro casos:

Toninho e Elaine: Deixaram para trás seus trabalhos, moradia e família para estudar na Europa. Voltam em Setembro ao Brasil, formados.

Flávio Pires: Conquista patrocínio para participar da Maratona de Paris

Juliana Maia: Estreia na carreira musical, em São Paulo.

Flávio Siqueira: Após mudança para Porto Alegre, lança esta semana seu primeiro livro: “Dez histórias e algo mais”

Neste mundo é muito fácil criticarmos situações, momentos, mas é muito complicado arregaçar as mangas e correr atrás de nossos sonhos… Prendo-me em exemplos como este para buscar a realização de meus objetivos.

E você leitor? Quais são seus sonhos? O que você tem feito para realizá-los?

Persistência e Vitória

A conheci em 1996, quando comecei a frequentar a Pastoral da Juventude da Paróquia São Judas Tadeu, no Jabaquara (SP). Era integrante ativa do Grupo Maranatha e buscava sempre, algo de interessante para fazermos nas reuniões e fora dela. Participou ativamente do Grupo Teatral Vivarte, encenamos juntos uma cena em “Fragmentos de Sonhos”, mas foi só…

Durante as reuniões, era sempre que puxava os cantos de louvor, nas viagens era cantora oficial em todos os gêneros musicais propostos. Nas Missas até teve a oportunidade de ser uma das animadoras, mas por alguma razão, não sei se inveja, ciúme ou birra, outros não lhe davam a real oportunidade… Era uma “briga” para ver quem brilhava mais e os “veteranos” do microfone “celestial” não poderiam perder a fama para ela, que chagou com muito talento, um grande Dom e muita humildade.

Mesmo após seu afastamento da Comunidade (acredito que tenha fica cansada de tanto estrelismo) uma bonita amizade ficou com ela e toda sua família, tão carinhosa e respeitosa em todos os momentos…

Com muita alegria e orgulho recebi o convite para acompanhar o inicio de sua carreira como cantora, num bar, em São Paulo.

Parabéns, Juliana! Tenho certeza de que você será vencedora – também – nesta sua nova empreitada!

Programa:
Juliana Maia

Data:
21/07/2009

Horário:
20h30

Local:
Dleon Bar (www.dleonbar.com)
R. República do Iraque, 1298 – Campo Belo
Tel.: (11) 5094-1018