Archive

Posts Tagged ‘reflexão’

Feliz Vida Nova!

Fim de ano.

Mais um dia e algumas e horas e tudo muda…

Muda, mesmo?

Vamos refletir.

O que é preciso mudar, de verdade?

Nosso trabalho ou nossa maneira de conduzir nossas atividades?

Nossas relações ou a maneira como nos relacionarmos?

Nossos governantes ou a maneira como os elegemos?

Suas sujeiras ou a maneira como protestamos?

 

Pense nisto.

Um brinde a 2012. Um brinde a uma nova vida!

O Semeador

Existem momentos em nossa vida que por mais que queiramos não conseguimos enxergar o óbvio.

O Semeador de Estrelas“, estátua que localizada em Kaunas, Lituânia, figura muito bem isso…

 

Durante o dia a estátua passa desapercebida como uma outra qualquer…

… mas quando a noite chega a estátua justifica seu nome!

 

 “As vezes nossa vida é colocada de cabeça para baixo, para que possamos aprender a viver de cabeça para cima.”

 Pense nisso…

 

Pare, Ouça, Respire

É impressionante o quanto a vida pode mudar de um minuto para o outro…

Quando se acha que tudo está bem e agora se pode navegar em águas mais calmas e cheias de peixe, o mar vira, a jangada balança, os remos se perdem no oceano e você se vê totalmente perdido, a deriva, sem eira nem beira a espera de que alguma embarcação te aviste ao longe e venha te salvar…

Nossa vida é sempre cheia de surpresas e muitas vezes, estas surpresas acontecem no meio de imediatismos, quando se quer a coisa no seu tempo, do seu jeito, sem reflexão, sem planejamento… Às vezes não paramos para pensar no minuto seguinte e quando vimos, já falamos, já agimos, já estragamos todo um planejamento familiar, empresarial ou seja lá o que for… Quando vimos, o artilheiro que salvou nosso time no último torneio é escorraçado do clube por ter batido mal aquele pênalti contra o maior rival, aquele bom profissional deixa a corporação por não ter conquistado um bom resultado naquele mês ou o amável e carinhoso cônjuge deixa o lar por não ter conseguido um bom emprego e começou a ter dívidas no mercado…

Pense antes de agir… Pense antes de falar… Ouça antes de julgar… Respire a cada momento… As palavras, muitas vezes saem sem que percebamos e, quando caímos em sí, já foi, é tarde e, por mais que nosso orgulho não nos permita assumir, quando percebemos o erro cometido, não há como voltar atrás e resta-nos recomeçar…

Pense nisto: Pare, Ouça, Respire.

Pai: Qual o seu papel?

Qual a importância do PAI, da MÃE na vida de um filho?

O que você, PAI, o que você MÃE tem feito pelo seu filho?

Este vídeo mostra bem isso…

Assista sem pressa. Assista novamente ao final.
Reflita.
Volte a assistir.

E agora, responda novamente:
O que você, PAI, o que você MÃE tem feito pelo seu filho?

Aquilo que fazemos, como fazemos, quando fazemos. Pode parecer que não, mas será retratado daqui algum tempo pelo seu filho.

Muitas vezes reclamamos, xingamos e até batemos em nossos filhos por aquilo que eles fazem, mas… Até que ponto o que ele fez é culpa realmente dele?

Pense nisto.

A Quarta-feira de Cinzas

qfcinzaA quarta-feira de cinzas é o primeiro dia da Quaresma no calendário cristão ocidental. As cinzas que os cristãos católicos recebem neste dia é um símbolo para a reflexão sobre o dever da conversão, da mudança de vida, recordando a passageira, transitória, efêmera fragilidade da vida humana, sujeita à morte. Ela ocorre quarenta dias antes da Páscoa sem contar os domingos ( que não são incluídos na Quaresma); ela ocorre quarenta e seis dias antes da Sexta-feira Santa contando os domingos. Seu posicionamento varia a cada ano, dependendo da data da Páscoa. A data pode variar do começo de fevereiro até a segunda semana de março.

Alguns cristãos tratam a quarta-feira de cinzas como um dia para se lembrar a mortalidade da própria mortalidade. Missas são realizadas tradicionalmente nesse dia nas quais os participantes são abençoados com cinzas pelo o padre administrando a cerimônia. O padre marca a testa de cada celebrante com cinzas, deixando uma marca que o cristão normalmente deixa em sua testa até o pôr do sol, antes de lavá-la. Esse simbolismo relembra a antiga tradição do Oriente Médio de jogar cinzas sobre a cabeça como símbolo de arrependimento perante a Deus (como relatado diversas vezes na Bíblia). No Catolicismo Romano, é um dia de jejum e abstinência.

Como é o primeiro dia da Quaresma, ele ocorre um dia depois da terça-feira gorda ou Mardi Gras, o último dia da temporada de Carnaval. A Igreja Ortodoxa não observa a quarta-feira de cinzas, começando a quaresma já na segunda-feira anterior a ela.

Obtido em “http://pt.wikipedia.org/wiki/Quarta-feira_de_cinzas

Muito se fala nestes dias sobre o Carnaval (segundo a Wikipédia: “A festa carnavalesca surge a partir da implantação, no século XI, da Semana Santa pela Igreja Católica, antecedida por quarenta dias de jejum, a Quaresma. Esse longo período de privações acabaria por incentivar a reunião de diversas festividades nos dias que antecediam a Quarta-feira de Cinzas, o primeiro dia da Quaresma. A palavra “carnaval” está, desse modo, relacionada com a idéia de “afastamento” dos prazeres da carne marcado pela expressão “carne vale”, que, acabou por formar a palavra “carnaval”).

Ou seja, uma forma de se aproveitar tudo aquilo que de que se deverá manter afastado por 40 dias… Infelizmente, o ser-humano abusa desta festa, sem limites com as drogas, o sexo e o alcoolismo…

Não há mal nenhum, ao contrário, em se reunir com os amigos, a família, não só no Carnaval, mas a qualquer época… Viver intensamente um momento não é sinônimo de se praticar atitudes ilícitas, de se prejudicar, de prejudicar ao próximo… As alegrias acontecem a cada momento vivido dignamente, com sorrisos, delicadezas, gentileza, ajuda ao próximo…

Pense nisso… Entre de corpo e alma sãos na Quaresma, seja você da religião que for…

Quaresma, tempo de reflexão

Na Quaresma, é comum encontrarmos imagens veladas: sentido de penitência

Na Quaresma, é comum encontrarmos imagens veladas: sentido de penitência

A Quaresma é o tempo litúrgico de conversão, que a Igreja Católica, a Igreja Anglicana e algumas protestantes marcam para preparar os crentes para a grande festa da Páscoa. Durante este período, os seus fiéis são convidados a um período de penitência e meditação, por meio da prática do jejum, da esmola e da oração.
Começa na Quarta-feira de Cinzas e termina na tarde de quinta-feira santa, antes a Missa da Ceia do Senhor, que inicia o Trdíduo Pascal. Ao longo deste período, sobretudo na liturgia do domingo, é feito um esforço para recuperar o ritmo e estilo de verdadeiros fiéis que pretendem viver como filhos de Deus.
A Quaresma dura 47 dias, embora para o calendário litúrgico os domingos não contem, perfazendo então 40 dias. A duração da Quaresma está baseada no simbolismo do número quarenta na Bíblia que significa provação. Nesta, fala-se dos quarenta dias do dilúvio, dos quarenta anos de peregrinação do povo judeu pelo deserto, dos quarenta dias de Moisés e de Elias na montanha, dos quarenta dias que Jesus passou no deserto antes de começar sua vida pública, dos 400 anos que durou o exílio dos judeus no Egito.
A Igreja católica propõe, por meio do Evangelho proclamado na quarta-feira de cinzas, três grandes linhas de ação: a oração, a penitência e a caridade. Não somente durante a Quaresma, mas em todos os dias de sua vida, o cristão deve buscar o Reino de Deus, ou seja, lutar para que exista justiça, a paz e o amor em toda a humanidade. Os cristãos devem então recolher-se para a reflexão para se aproximar de Deus. Esta busca inclui a oração, a penitência e a caridade, esta última como uma consequência da penitência
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Em tempos de guerras e ganância, nada melhor do que aproveitar a Quaresma como “pretexto” para refletir sobre as causas de tudo isso…

É tempo de pensarmos em o quê Cristo fez por nós… o porquê Ele fez por nós… Se entregar à crucificação, à morte, exclusivamente para nos salvar, nos libertar de todos os pecados…

E você?
Você seria capaz de se sacrificar por algo em prol de algo que viesse pelo bem do próximo?
Pense nisso… Talvez esta seja a oportunidade real de agradecermos à Ele pelo que fez por nós, sim, por nós, afinal, fomos nós quem ganhamos o Perdão, fomos nós quem ganhamos a Vida Eterna (bem sobre isso, falarei em outra oportunidade).

Oh mestre fazei que eu procure mais
Consolar que ser consolado
Compreender que ser compreendido
Amar que ser amado
Pois é dando que se recebe
É perdoando que se é perdoado
E é morrendo que se vive para a vida ETERNA!
(São Francisco de Assis)

Boa Quaresma!

A quarta-feira de Cinzas

qfcinzaA quarta-feira de cinzas é o primeiro dia da Quaresma no calendário cristão ocidental. As cinzas que os cristãos católicos recebem neste dia é um símbolo para a reflexão sobre o dever da conversão, da mudança de vida, recordando a passageira, transitória, efêmera fragilidade da vida humana, sujeita à morte. Ela ocorre quarenta dias antes da Páscoa sem contar os domingos ( que não são incluídos na Quaresma); ela ocorre quarenta e seis dias antes da Sexta-feira Santa contando os domingos. Seu posicionamento varia a cada ano, dependendo da data da Páscoa. A data pode variar do começo de fevereiro até a segunda semana de março.
Alguns cristãos tratam a quarta-feira de cinzas como um dia para se lembrar a mortalidade da própria mortalidade. Missas são realizadas tradicionalmente nesse dia nas quais os participantes são abençoados com cinzas pelo o padre administrando a cerimônia. O padre marca a testa de cada celebrante com cinzas, deixando uma marca que o cristão normalmente deixa em sua testa até o pôr do sol, antes de lavá-la. Esse simbolismo relembra a antiga tradição do Oriente Médio de jogar cinzas sobre a cabeça como símbolo de arrependimento perante a Deus (como relatado diversas vezes na Bíblia). No Catolicismo Romano, é um dia de jejum e abstinência.
Como é o primeiro dia da Quaresma, ele ocorre um dia depois da terça-feira gorda ou Mardi Gras, o último dia da temporada de Carnaval. A Igreja Ortodoxa não observa a quarta-feira de cinzas, começando a quaresma já na segunda-feira anterior a ela.

Obtido em “http://pt.wikipedia.org/wiki/Quarta-feira_de_cinzas

Muito se fala nestes dias sobre o Carnaval (segundo a Wikipédia: “A festa carnavalesca surge a partir da implantação, no século XI, da Semana Santa pela Igreja Católica, antecedida por quarenta dias de jejum, a Quaresma. Esse longo período de privações acabaria por incentivar a reunião de diversas festividades nos dias que antecediam a Quarta-feira de Cinzas, o primeiro dia da Quaresma. A palavra “carnaval” está, desse modo, relacionada com a idéia de “afastamento” dos prazeres da carne marcado pela expressão “carne vale”, que, acabou por formar a palavra “carnaval”).

Ou seja, uma forma de se aproveitar tudo aquilo que de que se deverá manter afastado por 40 dias… Infelizmente, o ser-humano abusa desta festa, sem limites com as drogas, o sexo e o alcoolismo…

Não há mal nenhum, ao contrário, em se reunir com os amigos, a família, não só no Carnaval, mas a qualquer época… Viver intensamente um momento não é sinônimo de se praticar atitudes ilícitas, de se prejudicar, de prejudicar ao próximo… As alegrias acontecem a cada momento vivido dignamente, com sorrisos, delicadezas, gentileza, ajuda ao próximo…

Pense nisso… Entre de corpo e alma sãos na Quaresma, seja você da religião que for…

Curta o carnaval, aproveite o feriado e espero você aqui, contando suas alegrais, a partir de quarta-feira…