Inicial > Artigos, Religião > Quaresma, tempo de reflexão

Quaresma, tempo de reflexão

Na Quaresma, é comum encontrarmos imagens veladas: sentido de penitência

Na Quaresma, é comum encontrarmos imagens veladas: sentido de penitência

A Quaresma é o tempo litúrgico de conversão, que a Igreja Católica, a Igreja Anglicana e algumas protestantes marcam para preparar os crentes para a grande festa da Páscoa. Durante este período, os seus fiéis são convidados a um período de penitência e meditação, por meio da prática do jejum, da esmola e da oração.
Começa na Quarta-feira de Cinzas e termina na tarde de quinta-feira santa, antes a Missa da Ceia do Senhor, que inicia o Trdíduo Pascal. Ao longo deste período, sobretudo na liturgia do domingo, é feito um esforço para recuperar o ritmo e estilo de verdadeiros fiéis que pretendem viver como filhos de Deus.
A Quaresma dura 47 dias, embora para o calendário litúrgico os domingos não contem, perfazendo então 40 dias. A duração da Quaresma está baseada no simbolismo do número quarenta na Bíblia que significa provação. Nesta, fala-se dos quarenta dias do dilúvio, dos quarenta anos de peregrinação do povo judeu pelo deserto, dos quarenta dias de Moisés e de Elias na montanha, dos quarenta dias que Jesus passou no deserto antes de começar sua vida pública, dos 400 anos que durou o exílio dos judeus no Egito.
A Igreja católica propõe, por meio do Evangelho proclamado na quarta-feira de cinzas, três grandes linhas de ação: a oração, a penitência e a caridade. Não somente durante a Quaresma, mas em todos os dias de sua vida, o cristão deve buscar o Reino de Deus, ou seja, lutar para que exista justiça, a paz e o amor em toda a humanidade. Os cristãos devem então recolher-se para a reflexão para se aproximar de Deus. Esta busca inclui a oração, a penitência e a caridade, esta última como uma consequência da penitência
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Em tempos de guerras e ganância, nada melhor do que aproveitar a Quaresma como “pretexto” para refletir sobre as causas de tudo isso…

É tempo de pensarmos em o quê Cristo fez por nós… o porquê Ele fez por nós… Se entregar à crucificação, à morte, exclusivamente para nos salvar, nos libertar de todos os pecados…

E você?
Você seria capaz de se sacrificar por algo em prol de algo que viesse pelo bem do próximo?
Pense nisso… Talvez esta seja a oportunidade real de agradecermos à Ele pelo que fez por nós, sim, por nós, afinal, fomos nós quem ganhamos o Perdão, fomos nós quem ganhamos a Vida Eterna (bem sobre isso, falarei em outra oportunidade).

Oh mestre fazei que eu procure mais
Consolar que ser consolado
Compreender que ser compreendido
Amar que ser amado
Pois é dando que se recebe
É perdoando que se é perdoado
E é morrendo que se vive para a vida ETERNA!
(São Francisco de Assis)

Boa Quaresma!

Anúncios
  1. marcia
    18/03/2009 às 13:02

    gostei…

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: